Startup Constrói Aplicativos Em Segundos Pra você Receber Dinheiro


Brasileiras Ganham Bolsas Pra Mestrado Na Califórnia


Zazá, como talvez tenha passado desapercebido, esse postagem foi escrito, brilhantemente, por uma amiga colaboradora do website, a Paula. Não se trata de um repost, apesar de que eu mesma tenha, em anos passados, discutido a respeito. E, acredite, eu bem como aprendo sempre, inclusive com ela, e inclusive desse quesito que você menciona de não responder comentários.


Respondo no momento em que posso, no próprio postagem, e quando se trata de alguma pergunta pertinente que não esteja agora contemplada no artigo. Não respondo tudo, não possuo como. Sobre isso não retribuir visitas você tem razão, deveria fazer mais. Todavia não sou deste modo tão ausente. Jamais retribuí, seja visita ou comentário, por responsabilidade ou por me perceber em débito, a toda a hora por afinidade. Entendo teu ponto de visibilidade, e obrigado a crítica respeitosa e construtiva. Estou, como estamos todos, tentando melhorar sempre.


Há um postagem do HubSpot que fala de como algumas empresas estão se prejudicando em razão de seus CEOs não têm contas de redes sociais ou perfis pessoais. E veja só o número de CEOs listados na Fortune 500 que têm 100 ou menos conexões no LinkedIn. Isto faz parecer que os CEOs têm coisas a encobrir. Ou, no mínimo, mostra uma desconexão entre eles e as pessoas que estão comprando os serviços e produtos da organização.


A especialista em marketing empreendedor Lindsey Gusenburg dá uma citação ótima que fala da seriedade de líderes de empresa serem reconhecíveis e acessíveis. Apesar de Gusenburg dizer em redes sociais, existem algumas formas de deixar líderes mais percebíveis e acessíveis. E quando você pensa mais nisto, o que poderá ser melhor para este objetivo do que criar um blog pessoal? Se você realmente quiser ofertar ao teu público uma visão dos bastidores de quem você de fato é, e comprovar que você de fato representa sua marca, manter um blog pessoal podes ser a melhor forma de fazer isto.


É como remover a parede que separa você do teu público. Sim, você fica mais apresentado e vulnerável, contudo isto é um fator integral para montar firmeza. Irei te comprovar alguns exemplos específicos de CEOs e líderes de negócios bem-sucedidos que executam sites pessoais de uma maneira incrível. Meu primeiro modelo é o website pessoal de Mark Cuban, Site Maverick.

  • 8 Correlatos pela lateral, sem hack de javascript
  • cinco 3.Cinco Escreva Apenas Quando Tiver um Intuito
  • Preste atenção no background
  • Tema de característica (para fidelizar o visitante e atrair bons anunciantes)
  • Não esqueça de você, de sua família e de seus amigos
  • Hospedagem por linguagem de programação • PHP/ASP
  • vince e seis Página "Ivan Alves Filho"

Se você de imediato conhece “Cubes,” domina que ele gosta de apresentar o que pensa e causar polêmica de vez em no momento em que. Ele é bem opinativo e não obrigatoriamente politicamente preciso. Concretamente, ele poderá ser bem controverso. Entretanto é impossível refutar que ele é super bem-sucedido e tem um público de seguidores fiéis.


Em teu website, Mark fala de uma diversidade de assuntos, como política, tecnologia, negócios e mais. As opiniões dele claramente combinam com a estratégia de negócios e a identidade geral da marca dele. E ao ler os posts do website dele, as pessoas são capazes de conhecê-lo melhor e dominar o modo de pensamento de Cuban. Em novas palavras, o website permitiu que ele eliminasse a distância e se conectasse ao público de forma mais profunda. O Marriott on the Move é o blog de Bill Marriott Jr.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *